Como pintar a Sanca do Gesso você mesma

E eu, na minha saga para mudar a cara da  minha sala de estar (você pode acompanhar a saga aqui ), nestes feriados que tivemos, resolvi p...


E eu, na minha saga para mudar a cara da  minha sala de estar (você pode acompanhar a saga aqui), nestes feriados que tivemos, resolvi pintar a sanca do gesso.
Sanca, ou roda-teto, é aquela parte do gesso rebuscada que dá acabamento com a parede.
Meu apartamento é alugado e quando entrei, as paredes e as sancas já estavam pintadas de pêssego. Eu, definitivamente, enjoei dessa cor, não aguento mais olhar para a minha sala toda bege, por isso, comecei essa saga, onde eu mesma foi fazer toda a modificação da decoração da sala, sem a ajuda de ninguém (até mesmo do meu marido)...
Pois bem, comprei tinta branca, dois pincéis e uma lona preta para fazer o serviço.
E aqui vão as dicas e como eu fiz...

MATERIAIS:
- Tinta latex fosca
- Pincel macio 2cm
- Água mineral ou filtrada
- Vasilha pequena de vidro
- Escada
- Lona preta para forrar o chão
- Luvas de borracha
- Avental ou jaleco

Eu sou desastrada por natureza, então, forrei o chão com a lona preta, daquela mais barata que parece um plástico e não a de tecido. Eu utilizo uma luva de borracha porque sempre suja as mãos e para preservar a pele, prefiro utilizar luvas. E utilizo também um jaleco de pintura, porque minha capacidade me permite pingar tinta em toda a minha roupa. E por pouco não usei uma touca no rosto todo porque eu consegui terminar a pintura com algumas gotas brancas no rosto. Poderia também usar um óculos de proteção para proteger os olhos, mas não achei necessário.
Estando toda paramentada, preparamos o local que vai ser pintado. Estiquei a lona embaixo da sanca, não é preciso esticar a lona no piso todo, já que a sanca é linear e não vai espirrar tinta, então, o máximo que vai acontecer é pingar uma gota da sanca direto no chão, não tem respingo.
A escada tem de ser grande, e de preferencia aquelas com suporte, que não fique encostada na parede.
Com um paninho macio ou um espanador, você vai subir na escada e limpar toda a sanca. Pode parecer que não, mas ela fica cheia de pó e teias de aranha (quase invisíveis!) e isso gruda na tinta quando for pintar.
Depois de limpar a sanca, você vai preparar a tinta.
Eu estou usando a tinta látex pela casualidade de já tê-la em casa, mas se você for comprar a tinta para isso lembre-se: TINTA PARA GESSO DEVE SER SEMPRE FOSCA! Pode ser acrílica, latex ou qualquer outro tipo, desde que seja fosca. Nunca use tinta alto brilho ou semi-brilho no teto porque a luz vai refletir nela e vai virar uma aberração o teto brilhoso, e fica cansativo também..
Há quem emasse o gesso antes de pintar. Não existe a real necessidade de emassar, porém, tem a vantagem de a tinta durar mais em cima do teto emassado e de nivelar o gesso se estiver com defeito.
No meu caso, como o gesso já estava no imóvel quando peguei, tenho certeza que está emassado.
Se você for pintar sobre o gesso sem emassar, tenha certeza que o gesso está bem seco pois daqui alguns meses, a umidade pode manchar a pintura caso você pinte sem o gesso estar completamente seco.
Então, a tinta látex deve ser preparada, ela não vem pronta para uso. A medida é: duas partes de tinta para uma de água. Utilize água mineral ou filtrada, assim, você garante de não ter impurezas para misturar na tinta.
Como a quantidade é pouca, eu misturei em um pote pequeno de vidro (porque o vidro é mais fácil de lavar depois que terminar no serviço), duas conchas de tinta para uma concha de água. (Mas concha? Sim, eu usei aquela concha de feijão sabe? Eu não tinha medidor, oras... A concha serviu muito bem, mas depois ficou inutilizável para a cozinha, vai virar utensílio de pintura agora...). Misturei com uma estátula. Tem de ser bem misturado, a tinta no começo empelota tipo ovomaltine no leite, sabe? Mas com uma boa mexida, ela dissolve e fica uniforme...
A pintura da sanca deve ser feita com calma, não precisa preparar uma quantidade grande de tinta se você não for pintar tudo de uma vez, já que a tinta látex não pode ser reutilizada depois de preparada. Então, se for usar esse tipo de tinta, prepare um pouco, quando acabar, faça de novo. Mas, se você for utilizar a tinta pronta, ignore toda esta parte e mãos à obra!
Tendo a tinta na mão, o pincel e a escada, é hora de pintar!
Cuidado com a escada, não fique completamente embaixo da sanca, é desconfortável e você corre o risco de  gotejar tinta no seu olho! ... Então, eu fiquei um pouco afastada da sanca e comecei o trabalho.
Observe que a saca tem vários degraus e reentrances, pinte com delicadeza e não deixe nada sem pintar.
Pegue pouca tinta no pincel, dessa forma, você evita as gotinhas que podem pingar no chão, e principalmente escorrer pelo pincel. Como você estará pintando com o pincel para cima, a tinta acaba escorrendo pelo pincel e melando toda a sua mão. Então, não encharque o pincel de tinta, assim não goteja e não escorre. Mas... se começar a escorrer pelo pincel - claro que aconteceu comigo, eu sou desastrada para essas coisas - eu fiz uma barreira, enrolei um pedaço de papel toalha logo onde as cerdas terminam, prendi com durex e assim, quando a tinta começasse a escorrer para a minha mão, o papel toalha absorvia e fazia uma barreira para a tinta não escorrer pelo cabo do pincel. (Deu pra entender? Vou tirar a foto e colocar aqui depois... )
O incomodo maior nem era pelo fato de pintar olhando para cima. A dificuldade maior é o equilíbrio em cima da escada. Claro que ser bailarina me ajudou, mas eu precisava de um apoio para ter noção que eu não ia cair, então, eu encostava a canela da perna no degrau da escada para ter equilíbrio, e isso sim já estava doendo. O degrau de lata já estava marcando a minha canela e estava doendo... O que eu fiz? Caneleira nela!! hahahaha.... Do patins, sabe? O look completo não ficou muito bonito, afinal, imagina: jaleco, luva de borracha, caneleira e pincel na mão. Coisa de doido...
No fim, deu certo... Como disse, a minha sanca estava pintada de pêssego e para deixá-la branca foi preciso 3 demãos. Mas, se a sua sanca já esta emassada e sem cor, duas demãos de branco são suficientes... No caso da tinta latex, a espera entre demãos é de 4 horas, então, levei 3 dias para pintar tudo.
Espero ter iluminado um pouco os pensamentos com esse relato e mãos à obra!!!

A designer bailarina pintando as sancas. Entre uma aula e outra, eu pinto a sanca... ;P

You Might Also Like

2 comentários

  1. Ola quero parabenizar, as dicas sem duvida vai nos auxiliar muito.
    www.qualyartpinturas.com.br

    ResponderExcluir
  2. Excelente explicação, só quero deixar uma contribuição: Para sancas ou paredes de gesso novas e não emassadas, apó já estarem completamente secas e com lixamento ja realizado para um perfeito nivelamento, é necessário aplicar uma seladora de gesso, pois gesso nunca pode receber diretamente qualquer outro material. Então não esqueçam da seladora, hoje em dia também tem a tinta para gesso que ja vem com aditivos selantes e podem ser aplicadas direto no gesso, mas essa eu ainda utilizei, então eu não sei se o acabamento é bom mesmo!

    ResponderExcluir

Instagram